RGPD

MVA – Política da segurança da informação e da privacidade

 

A MVA – Electrotecnia, Ldª. e a privacidade

A MVA, criada em 1990, representa, distribui e comercializa componentes e equipamentos para os mercados de automação de processos, automação de edifícios, transportes, telecomunicações e energia (MT/AT). A MVA fornece soluções inovadoras com elevadas exigências técnicas, criando competências e acumulando experiência como “solution partner”.

No âmbito da nossa actividade empresarial somos uma entidade responsável pelo tratamento de dados pessoais dos nossos colaboradores, e de dados pessoais provenientes dos nossos clientes, fornecedores e outras partes interessadas. Fazemo-lo com total respeito pela privacidade e pelos direitos dos titulares dos dados pessoais.

A MVA não preserva informação de menores de 18 anos., excepto para o cumprimento de obrigações legais e/ou contractuais mediante prévio consentimento do representante legal.

Contactos do responsável pela protecção de dados pessoais

Email: rgpd@MVA.pt;Tel: (+351) 218 888 187

Morada: Rua Inácio Duarte, 9ª, 2790-226 Carnaxide

Que dados pessoais recolhemos e como procedemos à recolha

Dados fornecidos pelo titular dos dados

Recolhemos dados pessoais fornecidos pelo próprio titular dos dados, no âmbito da execução dos contractos de trabalho com os nossos colaboradores (nome, data nascimento, nacionalidade, morada, numero de identificação fiscal, numero de identificação da segurança social, formação académica e profissional, estado civil, numero de identificação civil e outros que se revelem necessários ao longo da relação contratual), de pedidos de informação através do nosso site (nome, e-mail) e da manutenção de relações comerciais e empresariais/organizacionais, com as várias partes interessadas relevantes para a nossa actividade (nome, numero de identificação fiscal, endereço de correio electrónico) e outros necessários.

Dados fornecidos por outras entidades que não o titular dos dados pessoais

Recolhemos dados pessoais fornecidos por clientes (dados de identificação, numero de telemóvel, endereço de correio electrónico e outros relativos ao seu enquadramento profissional), por fornecedores (nome, empresa, endereço de correio electrónico e outros que se revelem necessários ao longo da relação contratual) e por outras partes interessadas relevantes (dados de identificação e de enquadramento profissional), para cumprimento e execução de contractos, das obrigações legais e da manutenção de relações comerciais e empresariais/organizacionais.

Informação recolhida automaticamente

Através do site da MVA é recolhida informação pessoal que utilizamos para melhorar a experiência de utilização.

O nosso serviço Web recolhe automaticamente determinado tipo de informação não pessoal sobre a utilização do nosso site que é armazenado nos nossos servidores para fins exclusivamente internos, nomeadamente para facilitar a sua visita ao nosso site, melhorar a sua experiência online ou para fins meramente estatísticos de acesso.

Exemplos deste tipo de informação não pessoal incluem o nome do seu fornecedor de serviços de Internet, o tipo de navegador de Internet ou o sistema operativo utilizado, bem como o nome de domínio do site a partir do qual chegou ao nosso site ou anúncio.

Quando vê uma das nossas páginas Web, podemos armazenar determinada informação no seu computador em forma de “cookie” ou semelhante, o que nos vai ajudar de diversas formas como, por exemplo, permitir adequar uma página “Web” ou um anúncio aos seus interesses e preferências. Na maioria dos navegadores de Internet, existe a possibilidade de eliminar os “cookies” do disco rígido do seu computador, bloquear todos os “cookies” ou receber um aviso antes de ser instalado um “cookie”. Por favor, consulte as instruções do seu navegador ou o menu de ajuda do seu ecrã para saber mais sobre o funcionamento destas funções.

No caso de cedência de dados a um fornecedor de serviços externo, aplicam-se as medidas técnicas e organizativas que garantam uma cedência em conformidade com as disposições em matéria de protecção de dados.

Para mais informações sobre informação não pessoal recolhida automaticamente, consulte “Cookies”

Redes Sociais.

Os “plug-ins” usados nas redes sociais podem ser integrados nas nossas páginas web. Os serviços associados vêm respectivamente das empresas referidas.Para melhorar a protecção dos seus dados, quando visita as nossas páginas “web” estes complementos implementam-se como botões sociais. Esta forma de integração assegura que, ao aceder a uma das páginas com estes “plug-ins”, o utilizador não se liga automaticamente aos servidores dos fornecedores. O navegador só cria um link directo aos servidores dos fornecedores com a activação dos “plug-ins”. O conteúdo de vários “plug-ins” é então transmitido desde o respectivo fornecedor directamente ao navegador do utilizador e, posteriormente, aparece no ecrã.Os “plug-ins” informam o fornecedor sobre as páginas que o utilizador visitou. Quando se navega na nossa web ligado com o nome de utilizador, o fornecedor pode visualizar os interesses do utilizador, ou seja, o tipo de informação que está a aceder.

Ao fazer uso destas opções (ao fazer um “like” ou ao escrever um comentário, por exemplo), esta informação também será transmitida para a sua conta de utilizador.

Pode encontrar informações adicionais sobre a recolha e uso destes dados nos sites das várias redes sociais, assim como sobre os direitos e opções disponíveis para proteger a sua privacidade, nas respectivas páginas das empresas em referência.

Para evitar que os sites das redes sociais possam relacionar a sua visita ao nosso site com a sua conta de utilizador, deve encerrá-la antes de visitar as nossas páginas “webs”.

Como tratamos e utilizamos os dados pessoais

Tratamos os dados pessoais através de processos automáticos e manuais, e utilizamos as salvaguardas tecnológicas e os controlos organizacionais que consideramos adequados para a respectiva protecção e preservação. O tratamento dos dados pessoais é realizado com as práticas adequadas para garantir a segurança da informação e a respectiva integridade, confidencialidade e disponibilidade. Os colaboradores da MVA garantem elevados padrões éticos e de confidencialidade na informação a que acedem, através de um processo de selecção rigoroso, formação profissional adequada e do cumprimento do código de ética e conduta, que asseguram formalmente o compromisso com a confidencialidade e sigilo profissionais.

Porque tratamos os dados pessoais

A recolha, tratamento, utilização armazenamento e processamento dos dados pessoais é feita para o cumprimento dos contractos e das obrigações legais que decorrem da nossa actividade empresarial, para preservação dos interesses vitais do titular dos dados ou de terceiros, para prossecução do nosso legítimo interesse enquanto empresa de referência na prestação de um serviço de elevada qualidade, bem como para auscultação dos clientes e partes interessadas, por qualquer canal digital ou físico, sobre os nossos produtos e serviços e para envio de informação sobre os nossos produtos e serviços, actividade fundamental para manter os elevados níveis de serviço que pretendemos prestar.

Como guardamos e porque transferimos os dados pessoais

Os dados pessoais são guardados enquanto durarem as relações contratuais com a MVA e pelo período legal obrigatório. São transferidos, apenas e só, para as mesmas finalidades, para as entidades a que a Lei obriga ou para parceiros referenciados, quer no espaço económico europeu, quer fora do mesmo, garantindo a MVA as salvaguardas técnicas e organizacionais necessárias para preservar a segurança da informação. Nos casos em que entendamos justificado, poderemos solicitar o consentimento do titular dos dados para estas transferências de dados pessoais.

Direitos dos titulares dos dados pessoais

Organizamos os nossos processos para dar uma resposta eficaz aos pedidos de acesso e consulta dos dados pessoais, actualização, alteração ou entrega num formato estruturado e corrente, se aplicável.

Poderá ser solicitada a eliminação, a restrição e oposição ao tratamento e a cessação do tratamento automático dos dados pessoais, bem como a portabilidade dos dados, no caso de pedidos em conformidade com a legislação em vigor.

Os titulares dos dados pessoais podem reclamar sobre o respectivo tratamento, junto da autoridade nacional de controlo, a Comissão Nacional de Protecção de Dados.

Nas situações em que solicitamos o consentimento dos titulares dos dados para as actividades de tratamento, o mesmo poderá ser retirado a qualquer momento, desde que em conformidade com a legislação em vigor.

Qualquer informação adicional, esclarecimento de dúvidas ou exercício de direitos pelo titular dos dados, relativamente às actividades de tratamento, poderão ser feitos através do contacto: rgpd@mva.pt

Maio 2018